30

maio

Comendo a casada no carro

Por Anonimo em 30/05/2017 às 4:37 pm

Uma quinta feira, estava eu em casa olhando minhas redes sociais, quando vi que uma vizinha minha que era casada me enviou uma solicitação de amizade, meu coração acelerou, eu estava na época com 19 anos e ela era uma mulher muito atraente, um rosto lindo, sempre tive fantasias com ela. Ela é loira, corpo perfeito, faz academia e acompanhamento com personal, uma mulher séria mas com aquela carinha de safada, ela na época tinha 34 anos e era casada a uns 9, 10 anos. Pensei em puxar um papo com ela, fiz um elogio como quem não quer nada e prontamente ela me respondeu, começamos então a conversar e eu via que ela tinha uma forma diferente de falar, toda atenciosa e demonstrando interesse… Ficamos conversando e no mesmo dia a conversa já esquentou de uma forma diferente, falávamos algumas besteirinhas, mas nada demais, até porque nos víamos na rua e no trabalho dela, mas nunca havíamos conversado pessoalmente. Conversamos durante o final de semana e segunda feira a noite marcamos de nos encontrar, ela fazendo jogo duro disse que apenas conversaríamos e nos conheceríamos. Segunda feira a noite, marcamos um local para eu buscar ela, por ela ser casada, tudo tinha que sair sem nenhum vestígio. Ela falou para o marido que ia para a academia e então saímos… como tínhamos no máximo 2 horas e meia não podia levar ela muito longe, então levei ela em um lugar que eu sabia que era tranquilo e que podíamos ficar ali sem maiores problemas.. Estacionei o carro e começamos a conversar, ela com aquela roupa de academia e me olhando nos olhos já estava me deixando louco, conversamos um pouco e logo cheguei mais perto dela e começamos a nos beijar, era um beijo muito diferente, um beijo que sentia que ela era uma mulher experiente.. Ficamos nos beijando um tempo e comecei a passar a mão pelo seu corpo acariciando cada parte. Tentei então passar a mão na buceta dela, porém ela prontamente tirou minha mão e disse para irmos com calma, então ela passou a mão pelo meu corpo e agarrou meu pau, quase pirei, jamais imaginaria estar um dia ali com ela, e aquela adrenalina por ela ser casada e mais velha fazia eu pirar de tesão, ela acariciou por cima da minha calça um tempo enquanto nos beijávamos e logo abriu minha calça. Chegou mais perto e fazendo eu me encostar no banco começou a beijar minha barriga e a passar a língua em todo o meu pau, mas quando ela colocou aquela boca quentinha e molhada e começou a me chupar eu só agradecia a Deus por aquele momento. Era um boquete muito diferente, ela sugava meu pau de uma forma que me fazia contorcer de tesão, ela ficou me chupando um tempo e eu já estava louco para chupar aquela buceta, falei então para irmos para o banco de trás, quando sentamos atras logo comecei a passar a mão nela e beijando o seu corpo, chupei aqueles peitos e fui beijando a barriguinha, chapadinha e durinha que me deixava com mais tesão ainda. Coloquei ela sentada com as pernas pra cima e me abaixei na frente dela, comecei a passar a língua por cima da calcinha dela que eu já sentia estar toda molhada, beijava a virilha dela devagarzinho e passava a língua em suas pernas, tirei a calcinha dela e quando vi aquela buceta, toda molhada com aquela pista de pouso bem ralinha e aquele grelo grande, abracei as pernas dela e comecei a chupar. Galera, vocês não fazem ideia do tesão que eu tava sentindo. Pois bem, chupei ela e ela gemia e ficava cada vez mais molhada, me deixando com mais tesão, fui chupando e virando ela para que ficasse de quatro… Abri aquela bunda durinha e comecei a passar só a pontinha da língua molhada e quente bem devagarzinho no cuzinho dela, ela me segurava forte no braço de tesão, chupei aquele cu um monte, então me levantei atras dela e enfiei meu pau bem devagar na buceta dela, e comecei a meter de quatro, não acreditava que estava comendo aquela coroa gostosa que eu sempre morri de tesão, enrolei minha mão no cabelo loiro liso dela e socava meu pau inteiro naquela buceta, fodi aquela buceta até não aguentar mais. Comecei a colocar o dedo no cuzinho dela novamente enquanto metia, fui então tentar colocar o meu pau, mas ela não deixou e me empurrou contra o banco e sentou em cima de mim, olhava aquele corpo na minha frente e ela sentando bem gostoso… Transamos um monte, ela sentava e me olhava com uma carinha de safada pedindo pra eu gozar pra ela, logo falei que ia gozar e ela pulou de cima de mim e agarrou meu pau com força e começou a me chupar novamente, falando em sussurros “goza na minha boca” não consegui segurar mais nem um segundo, ela sugava o meu pau e então gozei, e ela chupou tudinho e ficou me chupando. Sentia como se tivesse saindo uma alma do meu corpo, poucas vezes gozei tanto como aquele dia.

Bom galera, tenho 21 anos e sou de SC e por sorte, essa história aconteceu comigo haha espero que gostem do relato!





Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz